Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Uns versos acrósticos dos amigos albicastrenses

 Último dia em Badajoz, sexta-feira 18 de maio,  pouco antes da partida


Os alunos a quem foram dedicados estes versos já conhecem desde junho, mas haverá quem não conheça... Acho que eles não se importarão se eu publicar aqui os versos acrósticos que escreveram, em castelhano ou espanhol, a Rita e o Francisco.

O que são os versos acrósticos? É fácil, se repararem. Mas se alguém quer saber antes de começar a leitura, pronto, cá temos uma definição, que vos serve para as aulas de "Lengua y Literatura Castellana": Os acrósticos são formas textuais onde a primeira letra de cada frase ou verso formam uma palavra ou frase. Podem ser simples, com frases ou palavras que não tenham ligação entre si ou podem mesmo ser o encerramento de uma poesia.


Olvidamos nuestra vida en Portugal con vosotros
Sonreímos mucho con vosotros

Escribimos en vuestras manos
Con rotuladores de todos los colores
Hicimos tonterías
Aprendimos malas palavras
Mezclamos dos lenguas e hicimos la nuestra
Olvidamos las diferencias
Sin nunca pelear

Demostramos nuestro cariño
Empezamos por decir solo ¡Hola! y después te quiero

Miramos todas las calles
Enloquecimos a nuestros padres
Negamos todos los errores
Odiamos todo y a todos por tener que volver a casa
Soñamos con lo que ha pasado...

y ahora solo podemos decir ¡Os queremos muchísimo!


Rita e Francisco - 8º C 


PS. Neste ano letivo, a Rita e o Francisco estarão no 9º ano (nono!).