Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Amanhã é o Dia de Portugal



Amanhã, dia 10 de junho, é feriado do outro lado da raia: é o Dia de Portugal, exatamente é o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

Para além disso, é o segundo ano em que este dia é celebrado na Extremadura. Lembram-se do ano passado, com o BOSS AC? Vimos aqui, no blogue. Ele atuou há exatamente um ano na Praça Alta, no dia 9 de junho.

Neste ano, "Extremadura amplía el programa de actividades para conmemorar el Día de Portugal, centrado en su gastronomía y cultura"

Aqui está o programa oficial de atos comemorativos que se celebram em Badajoz e em Cáceres a partir de hoje. São vários dias!

E como é também o Dia de Camões, não nos podemos esquecer dele. Eis um dos seus mais conhecidos sonetos. O amor é sempre uma soma de contrários, não é? Isso fica claro nestes versos.


Amor é um fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói, e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luís de Camões