Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

segunda-feira, 24 de março de 2014

O Centro Histórico de Évora



O Centro Histórico de Évora é um espaço urbano intra-muros, classificado como Património Mundial da UNESCO, localizado na cidade de Évora.

A cidade-museu de Évora tem raízes que remontam ao tempo do Império Romano. A cidade ainda conserva, em grande parte no seu núcleo central, vestígios de diversas civilizações e culturas: Celtas, Romanos, Árabes, Judeus e Cristãos influenciaram a cultura eborense. Atingiu a sua época dourada no século XV, quando se tornou residência dos reis de Portugal. A qualidade arquitectónica e artística do casario branco ou decorado com azulejos e varandas de ferro forjado, datadas dos séculos XVI a XVIII, é única. Os monumentos da cidade tiveram também profunda influência na arquitectura portuguesa no Brasil.

O Centro Histórico de Évora, formado por ruas estreitas e travessas, pátios e largos, tem uma área de 107 hectares e é claramente demarcado pelas muralhas medievais, com extensão de mais de 3 km.

No lado sul da antiga Cerca encontra-se a Praça do Giraldo, da qual divergem as vias principais em estrutura radial.


Monumentos essenciais da cidade
  • Templo Romano (vulgarmente conhecido como Templo de Diana)
  • Sé Catedral
  • Igreja de São Francisco
  • Capela dos Ossos
  • Palácio de D. Manuel
  • Igreja dos Lóios

(Fonte: Wikipédia)



A Sé Catedral de Évora