Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

O método Paulo Freire de alfabetização



Isto aconteceu no Brasil no passado século, alguns anitos antes de vocês terem nascido. Vejam como as ditaduras não gostam de educação, de as pessoas terem uma cultura e saberem, e pensar, e..? Isso é muito perigoso: pensar!


"O método Paulo Freire de alfabetização aliava escolarização com formação de consciência. Uma primeira experiência foi aplicada com 5 trabalhadores analfabetos dos quais 3 aprenderam a ler e escrever em 30 horas. Paulo Freire foi convidado pelo governo de João Goulart a organizar a Campanha Nacional de Alfabetização, que objetivava alfabetizar 2 milhões de pessoas em 20 mil círculos de cultura. O Golpe Militar de 1964 interrompeu o projeto, reprimiu a mobilização, e Paulo Freire foi perseguido, preso e exilado. O regime militar substitui o plano pelo Movimento Brasileiro de Alfabetização, que propunha a alfabetização funcional de jovens e adultos."

Jonathas de Andrade









Lido no blogue de Alberto Renault


Paulo Freire (Recife, 1921 — São Paulo, 1997) foi um educador e filósofo brasileiro. Destacou-se por seu trabalho na área da educação popular, voltada tanto para a escolarização como para a formação da consciência política. Autor de “Pedagogia do Oprimido”, um método de alfabetização dialético, se diferenciou do "vanguardismo" dos intelectuais de esquerda tradicionais e sempre defendeu o diálogo com as pessoas simples, não só como método, mas como um modo de ser realmente democrático.

Paulo Freire