Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

quarta-feira, 8 de junho de 2016

O pior analfabeto é o analfabeto político (Bertolt Brecht)



Leiam estas palavras e reflitam um pouco nelas. Estou a falar para os alunos do 4º ano, os mais velhos da ESO, é claro. Embora eles não possam votar ainda, podem ir cultivando a sua visão com estas palavras de Bertolt Brecht. E como no nosso País vamos ter eleições dentro em pouco...


O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.

O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais.

Bertolt Brecht


Depois de lermos, escutamos as palavras do escritor alemão Bertolt Brecht (1898 - 1956). Digam-me lá se este homem é português. Reparem no sotaque dele.






(Blogue Voar fora da asa)



Sem comentários: