Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

'Cidade de Deus', filme e música

Vista espacial da favela Cidade de Deus


Cidade de Deus (Fotografia: Isnard Martins © 2002)


Um verdadeiro sucesso um pouco por onde passou, eis um filme em que a principal personagem não é uma pessoa. O verdadeiro protagonista é o lugar: Cidade de Deus é uma favela que surgiu nos anos 60, e que se tornou num dos lugares mais perigosos do Rio de Janeiro, no início dos anos 80. Conta actualmente com mais de 120 mil habitantes.

Ao mesmo tempo que acompanha o crescimento deste lugar, fixamo-nos com mais atenção em dois jovens, Buscapé e Dadinho. Enquanto o primeiro torna-se fotógrafo acidentalmente e assim consegue fugir ao mundo do crime, o segundo vem a ser um dos maiores traficantes do Rio de Janeiro.

«A Cidade de Deus», o filme-sensação brasileiro de Fernando Meirelles e Kátia Lund, além de contar a génese, formação e estabelecimento daquela que é uma das mais perigosas favelas do Rio, contada através das vidas (algumas muito breves, porque interrompidas à bala) de um punhado dos seus moradores, é uma obra que vale por dez programas de televisão, 20 discursos de políticos e 30 teses sociológicas sobre a fatalidade da pobreza e as causas da criminalidade nos morros.

Nota. Favela: (Regionalismo: Brasil) Conjunto de habitações populares que utilizam materiais improvisados em sua construção tosca, e onde residem pessoas de baixa renda (Dicionário Houaiss).

Da trilha sonora do filme, vamos ouvir Seu Jorge cantar:

Convite para a vida

Sou morador da favela,
também sou filho de Deus;
não sou de chorar mazelas,
mas meu amor se perdeu.

Sou operário da vida,
da vida que Deus me deu:
mas se eu chego atrasado
o meu alguém já comeu.

Refrão:

João, José, Jesus, Mané,
Tião, Lelé, Xangô, Bené.

É a Cidade de Deus,
só que Deus esqueceu de olhar
a essa gente que não cansa de apanhar.
Não vem dizer que a situação é uma questão
de trabalhar,
que vai ter nego querendo te advogar.

Refrão

Refrão (3x)




Cena do filme brasileiro Cidade de Deus