Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Último dia da visita dos albicastrenses. Até à próxima!

 Vamos todos cantar no karaoke!

Último dia. Chegou o fim do intercâmbio entre a nossa escola, o IES M. Domingo Cáceres, e a EBI João Roiz de Castelo Branco, realizado no âmbito do Projeto REALCE.

Nós fomos de 16 a 20 de abril, eles vieram de 14 a 18 de maio. Tudo acabou, mas não é bem assim... Acho que isso toda a gente percebe, se calhar alguns dos alunos mais do que os outros, quer espanhóis, quer portugueses. 

Vejamos como decorreu o dia de hoje. Aulas nas duas primeiras horas, mas à terceira, os alunos do 1º de Bachillerato tinham preparado um espetáculo de karaoke para todos aqueles que tinham participado no intercâmbio com Castelo Branco. Canções em português, espanhol e inglês cantadas por –quase– todos os alunos portugueses e espanhóis, sem microfone –não dava..., eram tantos! Divertiram-se imenso todos, isso vê-se logo nas fotografias.






O sucesso desta experiência foi devido a alguém que não quer que eu diga nada dela. Mas vou dizer alguma coisa: só umas palavrinhas em espanhol. Pelos vistos ela não quer que eu le eche flores... Mais não digo.


Foi abreviada uma visita à Feira do Livro porque os alunos queriam estar juntos e, deste modo, ficaram no pátio do recreio. O tempo acabava e todos queriam estar juntos. A seguir, fomos visitar o Museu do Carnaval, para o qual, como habitualmente, tínhamos marcado a reserva. Uma boa visita guiada em que os alunos ficaram a saber da importância desta festa na nossa cidade e puderam admirar as máscaras, trajos, cartazes, etc, que nele se encontram expostos. Notava-se que os alunos gostavam do que estavam a ver. Será que algum deles voltará no Carnaval de 2013 para ver tudo ao vivo?




A última atividade foi um almoço de convívio na escola: os alunos portugueses, os espanhóis e os pais deles, que trouxeram a comida e as sobremesas. Uma ótima maneira de encerrar o intercâmbio, não é?


Como foi demorada a despedida dos alunos! Alguns deles se abraçavam e choravam, como querendo que nunca chegasse o momento da separação. Antes disto, trocas de mails, de endereços, encontros marcados para as férias grandes... Finalmente, alunos e professoras partiram 15 minutos mais tarde da hora prevista para Castelo Branco. 







Até à próxima, amigos da João Roiz!



Agradecimentos 

Para além daqueles que colaboraram comigo, quero agradecer nomeadamente ao nosso Diretor, Isidro Palacios, pelo apoio recebido em todo o momento, e também à minha colega de Língua Castelhana, Luz Romero, que me acompanhou a Castelo Branco substituindo a colega Barbara Michalik –segundo docente de Português–, quem nunca deixou de se interessar pelo projeto.

Helena e Susana, até à próxima!

Nem é preciso dizer que o balanço que o professor de Português e a Direção da escola fazem desta experiência do intercâmbio é totalmente positivo, já esquecidos alguns pormenores que se deram no princípio.