Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

quarta-feira, 7 de maio de 2014

De um livro de Mia Couto



Diz Curozero Muando, coveiro (quer dizer, "sepulturero"), personagem do romace do escritor moçambicano Mia Couto Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra:

"O bom do caminho é haver volta. Para ida sem vinda basta o tempo".



Sem comentários: