Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

segunda-feira, 23 de março de 2015

"Nada se perde. Tudo se..."



Lamento mas perdi o nome do autor ou autora desta obra.

Vocês já sabem quem foi o autor da frase que está na base? "Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma." Digam-me.

Desculpem eu tirar partido gramatical disto... Reparem que os indefinidos (como nada e tudo) atraem os pronomes átonos.