Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Portugal: na origem de Amnistia Internacional


Acho que muitos de vocês terao ouvido falar desta organização inglesa, Amnesty International, que tem delegações em quase todos os países do mundo (digamos livre). Sabiam que a génese de AI tem a ver com a situação política existente em Portugal na altura em que foi criada (1961)? O regime político que vigorava em Portugal, e em Espanha, era o mesmo: uma ditadura.


O movimento internacional conhecido como Amnistia Internacional teve a sua génese em 28 de Maio de 1961, com a publicação de um texto da autoria do advogado britânico Peter Benenson, intitulado "The Forgotten Prisoners", na primeira página do jornal londrino "The Observer". Este artigo foi motivado pela indignação sentida por Peter Benenson pela detenção e prisão de dois estudantes portugueses por terem brindado à liberdade num café da baixa lisboeta, em plena ditadura salazarista.

A visão da AI Portugal é a de um mundo em que cada pessoa desfruta de todos os Direitos Humanos consagrados na Declaração Universal dos Direitos Humanos e noutros padrões internacionais de Direitos Humanos. De modo a cumprir esta visão, a missão da AI Portugal consiste na investigação e acção de prevenção e combate dos graves abusos à integridade física e mental e à liberdade de consciência e de expressão, sobre o direito à não discriminação, no contexto de uma promoção de todos os Direitos Humanos.


Dados retirados da página Amnistia Internacional Portugal







Dá o teu nome à liberdade. Campanha da Amnistia Internacional Portugal (ano 2013)

"Nova campanha da AI Portugal, vai a www.amnistia-internacional.pt/daoteunome, regista-te e assina os apelos. Queremos que cada vez mais pessoas participem nas petições e apelos que promovemos relativos a situações de violação dos direitos humanos."