Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

sexta-feira, 4 de março de 2016

Relemos os direitos do leitor de Gabriel Pennac?

Giuseppe  Arcimboldo



Bom, relemos ou lemos pela primeira vez, não faz mal. Este post foi publicado em 2013, e acho que vão gostar de alguns destes direitos do leitor que escreveu o autor francês Gabriel Pennac no seu livro Como um romance. É claro que algum deles não serve para a escola: por exemplo, o primeiro.

Na nova unidade do nosso manual temos cinema e livros adaptados para o cinema. Foi por isto que me lembrei das palavras de Pennac.


1) O direito de não ler.

2) O direito de pular páginas.

3) O direito de não terminar um livro.

4) O direito de reler.

5) O direito de ler qualquer coisa.

6) O direito de amar os "heróis" dos romances.

7) O direito de ler em qualquer lugar.

8) O direito de ler uma frase aqui e outra ali.

9) O direito de ler em voz alta.

10) O direito de não falar do que se leu.



Ilustração de Bernardo Carvalho