Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

sexta-feira, 23 de março de 2018

O Alejandro não se lembra de ter visto a Boca do Inferno


O Alejandro disse que tinha estado em Cascais, mas que não se lembra de ter estado na Boca do Inferno. Eu acho que ele era pequenino demais e por isso não se lembra. Vamos ver o que é a Boca do Inferno:

A Boca do Inferno localiza-se na costa Oeste da vila de Cascais, em Portugal.

O nome "Boca do Inferno" atribuído a este local deve-se à analogia morfológica e ao tremendo e assustador impacto das vagas que aí se fazem sentir.

A característica que compõe a rocha na falésia é de natureza carbonatada. A erosão exercida pela acção das águas das chuvas que, contendo dióxido de carbono dissolvido, provocam a dissolução do carbonato. Através deste processo formam-se cavidades e grutas no interior dos calcários.

É bem possível que o local tenha sido uma antiga gruta. Com o abatimento das camadas superiores a gruta terá sido destruída, restando uma enorme cavidade a céu aberto. (...)

(Wikipédia)




O interior da Boca num dia calmo... (Fotografia de Georges Jansoone)


Lembram-se da tempestade Félix? Ei-la a chegar às costas portuguesas, em Cascais