Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Quadrilha (Carlos Drummond de Andrade)



Uns versos do poeta brasileiro Carlos Drummond de Andrade, Quadrilha. A quadrilha é um tipo de dança antiga em que os pares iam mudando no decurso da dança.

Aproveito para dizer que hojé, dia 31 de outubro é festejado pelos amantes da poesia no Brasil, porque foi nessa data que nasceu em 1902 este grande poeta da língua portuguesa. Hoje é o Dia D, de Drummond, naturalmente.



Quadrilha

João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história.


Sem comentários: