Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Bragas enxutas




BRAGAS ENXUTAS

Apesar das trutas cada vez mais rarearem nos nossos rios e ribeiros, pescá-las continua a não poder fazer-se com “as bragas enxutas”, a menos que se utilizem longas botas de borracha.

Bragas, é um velho termo céltico que tem algo a ver com as calças dos nossos dias.

No fundo, era qualquer coisa como as ceroulas ainda usadas pelos nossos avós. A designaçao é devido à cor cerúlea (pardo-acastanhado) do tecido com que eram confeccionadas.

Os povos mediterrânicos usavam togas ou saios, mas urgidos pelo frio, os gauleses preferiam as bragas que lhes cobriam toda a perna. Trajo habitual dos povos celtas, logicamente dos lusitanos, alguns historiadores entendem que os brácaros assim se denominavam pelo continuado uso das bragas.

Velho costume hoje um tanto alterado: na região de Braga, a produção principal é de “jeans”, e as ceroulas já fizeram o seu tempo.

Elucidário de conhecimenos quase inúteis (Roby Amorim)

________________________________________________________

Alguém sabe onde fica a cidade de Braga? No norte de Portugal. Vemos noutro dia.

Para compreender melhor o início deste texto, saibam que existe um provérbio português: não se pescam trutas a bragas enxutas , que significa "nada se consegue sem esforço; tudo exige sacrifício" (Infopédia)

Nota. Ceroulas, ceroilas, ceroula ou ceroila é uma peça de vestuário interior e íntimo que cobre o ventre, as coxas e as pernas, substituindo as cuecas. Antigamente, o seu uso era mais frequente, mas, hoje, há quem tenha se aplicado em desenhá-las duma forma mais moderna e estilizada devido ao seu conforto e principalmente por protegerem muito do frio.

"Ceroulas" provém do árabe vulgar saraul (pronuncia-se "sarol"), que é o plural de siroal, "calça". (Wikipédia)