Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

sábado, 26 de setembro de 2015

Eclipse total de uma super-Lua na noite de domingo para segunda-feira

Eclipse de lua em junho de 2001 na Namíbia


Vem aí o eclipse total da super-Lua

Nicolau Ferreira
26/09/2015 - 08:59

Na noite de domingo para segunda-feira a Lua vai esconder-se na sombra da Terra. Fenómeno raro aconteceu pela última vez em 1982 e só voltará a repetir-se em 2033.


É já na noite de domingo para segunda-feira que se poderá observar um eclipse total da Lua especial, que não se via há mais de 30 anos. O fenómeno poderá ser visto em Portugal, na madrugada de segunda-feira, quando a Lua atravessar a sombra da Terra, ganhando a cor da ferrugem.

Nessa altura, a Lua vai estar particularmente perto de nós, no chamado perigeu. A órbita da Lua é elíptica. Por isso, numa parte da sua órbita ela fica mais perto da Terra e noutra parte fica mais longe. Na madrugada de domingo, o satélite natural da Terra estará apenas a 356.877 quilómetros de distância, ou seja, 49.600 quilómetros mais próximo de nós do que se estivesse no ponto mais distante, o apogeu.

A órbita da Lua e o seu perigeu não coincidem com as fases lunares. Mas no domingo será dia de Lua cheia. Como ela estará especialmente perto, o resultado é que parecerá 14% maior e terá 30% mais brilho do que se estivesse no apogeu. Nesta situação, estamos na presença de uma super-Lua. Será então uma super-Lua que vai sofrer um eclipse, o que é uma conjugação bastante rara. Apesar dos eclipses lunares acontecerem duas vezes por ano, a última vez que a Terra tapou uma super-Lua foi em 1982, há 33 anos, e a próxima só acontecerá em 2033, daqui a 18 anos.


A notícia completa no diário Público