Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Antes (Alda Rezende)



Um canção e um poema para São Valentim. Comecemos hoje pela primeira. Reparem na maravilha desses versos da letra de Antes, que nos canta a brasileira Alda Rezende: "Antes que o olho soletre / as palavras / que a boca não diz". É pura delícia das palavras, acho eu. A poesia diz coisas que não podem ser ditas de outra maneira.

E amanhã um poema de Fernando Pessoa.


ANTES

Antes que eu fique mudo
Antes que eu tente de novo
Antes do próximo eclipse
Antes que a grama cresça
Antes que a água da chuva
Toque o solo
Antes do próximo intervalo comercial
Antes do jornal
Entre o toque da chave na ignição
E o motor entrando em combustão
Antes que o olho
Soletre as palavras
Que a boca não diz
No silêncio entre a vogal
E a consoAntes
Que o ar que eu respiro
Entre no nariz
Antes que a trava vire treva
Antes que não haja futuro
Antes que não seja passado
Antes que eu pare no meio
Antes do final do recreio
Interrompo o tempo e te digo
Te amo e quero que fique comigo


Alda Rezende