Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Canguru


Reparem como é curiosa a história da palavra canguru. Tudo porque uma pessoa parece que pensava que a sua lingua era compreendida em qualquer parte do mundo, não importava qual.

Canguru (cuidado, palavra aguda, não grave) é o aportuguesamento do inglês kangaroo.

Quando o capitão inglês James Cook, em 1870, chegou a Queensland, na Austrália, ficou assombrado com a estranheza do animal. Dirigiu-se aos indígenas procurando saber-lhe o nome. A resposta era, invariavelmente, qualquer coisa que se assemelhava a "Kanguru". Cook tomou a palavra como o nome do marsupial. E, no entanto, o que os autóctones repetiam, o "Kanguru, Kanguru", era, na sua, língua, "não entendo, não entendo", coisa mais que natural dado não saberem inglês. Mas a palavra ficou.


Fonte: Dicionário da origem das palavras, de Orlando Neves