Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

JR e a maior galeria do mundo








O autor destas obras não é brasileiro, mas o palco (= "escenario") é. Foi por isso que ele veio cá ao vosso blogue.

"JR, como é conhecido, utiliza a maior galeria de arte que existe, o espaço cotidiano das pessoas. Ele exibe livremente nas ruas de todo o mundo, atraindo a atenção daqueles que não freqüentam museus em geral. Sua obra combina arte e processos de ação e de engajamento, liberdade, identidade e limite. Cria a “arte da infiltração” que aparece, sem ser convidado, em Edifícios dos subúrbios de Paris sobre as paredes do Médio Oriente, com pontes quebradas em África ou favelas, no Brasil. Nas imagens abaixo, o artista produz a intervenção nos morros cariocas. (...)"


Lido aqui: Intervenções. Coletivo para a Arte, Cultura e Manifestos